Defaut-3_Papagaios_Pat-Latas
Retrospectiva 2021: relembre os fatos mais importantes na conservação dos papagaios

Não há nada mais inspirador que começar o ano lembrando de nossas conquistas mais recentes. O nosso 2021 foi muito especial! Demos início a novas campanhas, alcançamos resultados surpreendentes e crescemos em alcance de público. Sempre acreditamos que a conservação dos papagaios e de seus habitats só se torna uma realidade quando trabalhamos juntos! E, foi exatamente isso que este ano nos proporcionou: conquistas compartilhadas! 

Preparamos uma lista dos nossos melhores momentos em 2021. Venha reviver conosco estas alegrias enquanto nos preparamos para um ano ainda melhor!

 

1. Os papagaios na telinha da TV

A imprensa é um parceiro fundamental na divulgação de informações de qualidade sobre meio ambiente. Em 2021 circularam muitas notícias enganosas sobre a causa ambiental, sobre as espécies de fauna e também sobre as ONGs. Trabalhamos arduamente para combater a desinformação e para que dados sérios chegassem às mãos de jornalistas responsáveis. O resultado mais expressivo deste ano foi ver os papagaios-de-cara-roxa batendo as asas no Jornal Nacional, transmitido pela Rede Globo. 

Não se engane, as outras espécies também tiveram espaço garantido. Veja outras notícias em que nossos verdinhos brilharam!

 

2. Campanha Adote um Ninho

Os especialistas ligados aos projetos de conservação, voluntários e moradores locais já trabalhavam há anos na instalação de ninhos artificiais para os papagaios. Mas, até então, o círculo de pessoas que participavam deste processo era bem restrito. Sempre recebíamos pedidos de participação e, por isso, em 2021 abrimos, pela primeira vez, a possibilidade de qualquer interessado adotar um ninho e acompanhar as atividades de monitoramento, mesmo que ainda à distância. A campanha tem trazido resultados que nos orgulham muito. São mais de 50 mil reais doados, o que significa, pelo menos, mais 180 ninhos instalados. Com isso, centenas de casais de papagaios poderão encontrar um lugar adequado para seu período reprodutivo. Estamos torcendo para que em 2022 muitos filhotes nasçam nestes ninhos repletos de generosidade. 

O que?! Você ainda não sabia da campanha ou ainda não adotou? Espera! Ainda dá tempo. 

Clique aqui e venha saber como fazer para participar.

 

3. Papagaio feliz não fala, voa!

Ver os papagaios voando por aí é o que mais nos enche de esperança. Mas, observar as revoadas é também uma importante atividade de conservação. A partir dos censos anuais, os especialistas conhecem mais sobre as espécies, números dos indivíduos, locais de ameaça e de aumento populacional e pontos para o desenvolvimento do ecoturismo, por exemplo. Durante a pandemia essa atividade ficou prejudicada, justamente para evitar aglomerações. Mas em 2021, seguindo todos os protocolos de segurança, conseguimos voltar a campo e monitorar os papagaios. Se você sempre sonhou em acompanhar a realização de um censo, veja este vídeo super especial que lançamos. 

Não é só o papagaio-de-cara-roxa que dá show nos céus. A revoada mais famosa é a do papagaio-charão. Os indivíduos desta espécie se unem fazendo um verdadeiro espetáculo nas épocas de migração, atrás do famoso pinhão. Clique aqui e veja só!

 

4. Semana dos Psitacídeos

Essa é nossa semana preferida. Nos últimos dias de abril, reunimos toda a nossa equipe de especialistas, nossos parceiros e financiadores, além de nossos seguidores mais assíduos para celebrarmos. Trocamos conhecimentos, lançamos novos materiais, comemoramos as conquistas e buscamos atender aos maiores pedidos daqueles que nos acompanharam o ano todo. Entre os dias 19 a 23 de abril de 2021, mais de 2.800 pessoas estiveram conosco, em mais de 15 horas de evento. Isso só foi possível graças ao engajamento de 31 instituições que palestraram e apoiaram a 4ª Semana dos Psitacídeos brasileiros e às 25 pessoas que trabalharam nos bastidores. Foi uma semana muito intensa mas que nos enche de orgulho. 

Nesta semana também lançamos uma homenagem a dois grandes estudiosos dos psitacídeos, Hemult Sick e Pedro Scherer Neto. Venha conhecer estas histórias conosco!

 

5. Concurso de fotografias

Para valorizar os amantes dos psitacídeos, como nós, e incentivar mais pessoas a visitar áreas conservadas, nós criamos o 1º Concurso de Fotografias – Psitacídeos: Vida em Cores. Foi um desafio imenso para o nosso corpo de jurados escolher apenas três premiados, entre as mais de 200 fotografias recebidas. Os jurados também nos ajudaram a selecionar uma coletânea de belos registros que disputaram, pelas redes sociais, a decisão do juri popular. 

Veja abaixo as três fotos premiadas e a escolhida pelos nossos seguidores e acompanhe nossas redes sociais para conhecer outros belos registros participantes. 

 

6. As três décadas de trabalho pelo papagaio-de-peito-roxo

Você se lembra do lançamento do livro “Biologia da conservação”? Essa é uma obra organizada pelos especialistas Nêmora Prestes e Jaime Martinez, que reúne escritos de 35 profissionais, nacionais e internacionais, que trabalham e apoiam a conservação do papagaio-de-peito-roxo. O livro também apresenta os principais resultados e desafios superados durante as três décadas de execução do Programa Nacional para a Conservação do Papagaio-de-peito-roxo. 

Além do livro, você pode acessar o evento de lançamento da obra e ouvir dos especialistas os principais destaques desta história: 

 

7. Integração para combate a captura e comércio ilegal de psitacídeos

Esse ano realizamos duas importantes oficinas. Nosso propósito era buscar estratégias para minimizar a captura e comércio de papagaios, de forma integrada com diferentes atores. As oficinas ocorreram de forma virtual, com representantes que atuam nos estados de Minas Gerais e São Paulo. Contamos com a participação de mais de 100 integrantes de diferentes instituições que combatem o tráfico de animais, como os órgãos ambientais estaduais, ICMBio, IBAMA, Polícia Ambiental, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal. As oficinas foram ministradas pela equipe de coordenação do PAN Papagaios, representantes de órgãos públicos que atuam diretamente no combate ao tráfico e por especialistas dos projetos de conservação dos papagaios.

 

Gostando deste conteúdo? Compartilhe:

Share on whatsapp
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email