Você sabe o que são ninhos artificiais?

Você sabe o que são ninhos artificiais?
Papagaio-de-peito-roxo em ninho artificial.
Foto: SPVS

Ação de projetos de conservação ajudam os papagaios a encontrarem locais seguros para a reprodução.

A maioria dos papagaios do Brasil utiliza cavidades de troncos de árvores ou palmeiras com ocos, para fazer a postura de ovos e cuidar dos filhotes até voarem.

Nas últimas décadas, a expansão das cidades e o consequente desmatamento causaram uma significativa redução dos habitats e locais adequados para a reprodução dos papagaios. A perda de árvores com cavidades para a reprodução dos papagaios se dá por ações naturais, como chuvas e ventos, ou do homem, para uso da madeira, limpeza de pasto ou coleta ilegal de filhotes.

Desmatamento compromete ninhos

Foto: SPVS

Por esse motivo, os casais de papagaios estão com dificuldades para encontrar locais para fazer os ninhos e, consequentemente, o número de filhotes que entram nas populações naturais, todos os anos, tem diminuído a cada ano, para algumas espécies.

Ação mantém ciclo reprodutivos dos papagaios

Nesse cenário, os ninhos artificiais foram pensados como uma alternativa para ampliar as cavidades disponíveis para a reprodução dos papagaios. Essa ação de manejo tem a intenção de dar suporte para as espécies, quando detectada a falta de cavidades naturais nos sítios reprodutivos.

 

Contudo, a ação deve sempre ser pensada e realizada com cautela, em áreas apropriadas e sob a orientação técnica adequada.

Os ninhos podem ser construídos em madeira ou PVC, desde que respeitando as dimensões dos ninhos que normalmente os papagaios utilizam, e instalados em áreas naturais seguras que já foram utilizadas pelos papagaios como sítios reprodutivos.

Além das caixas em madeira e PVC, recentemente foram iniciadas pesquisas para o desenvolvimento de ninhos artificiais feitos de plástico injetável, uma alternativa mais econômica e que pode ser produzida em grande quantidade, aumentando a disponibilidade de ninhos a serem instalados.

Atualmente, as três espécies de papagaios beneficiadas com essa ação de manejo, pelos projetos de longo prazo, como estratégia de conservação: papagaio-de-cara-roxa, papagaio-charão e papagaio-de-peito-roxo. Além disso, recentemente, se iniciou um experimento que visa incluir o papagaio-verdadeiro nessa ação.

Fêmea de papagaio-verdadeiro.

Foto: Gláucia Seixas

Além de auxiliar a reprodução dos papagaios e outras aves, os ninhos artificiais também colaboram com a manutenção dos filhotes. Por serem monitorados com frequência, isso inibe ações de roubo e permite que os filhotes de papagaios cresçam de forma segura.